Com quantos meses colocar filhote para adoção?

Com quantos meses colocar filhote para adoção?

A adoção precoce pode provocar problemas no comportamento do cãozinho

Já vou dando spoiler: 60 dias. Pois é gente, qualquer prazo antes desse pode ocasionar danos psicológicos e de comportamento ao cãozinho.

Com a separação, o bicho pode ficar agressivo ou até mesmo deixar de se alimentar, por exemplo. Ficar longe da matilha e da mãe não é um momento agradável para o bichinho, porque é nesse momento que ele aprende a ser social. O amor da mãe pelo cãozinho, pode ajudá-lo a ser mais amoroso.

 

Isso acontece porque o filhote não teve tempo de aprender com a mãe a conviver com seus irmãos. Nesses primeiros dias é quando entendem a importância dos relacionamentos, como viver em sociedade e a respeitar seus semelhantes. O amor, o cuidado e o zelo da fêmea é o que tornará o pet mais sociável.

E não pára por aí. O cãozinho separado muito cedo da matilha, vai ter dificuldades no adestramento. Ele vai ficar mais disperso e com isso vai ter dificuldades para absorver o que está sendo ensinado. 

Fora isso, a falta de disciplina, a agressividade, a desobediência e a teimosia são alguns dos problemas que provavelmente vão se acumulando na vida adulta. 

Por isso a melhor forma de evitar esses problemas é adotando apenas após os dois meses de vida. Parece bobagem, mas esse tempo é fundamental para que os filhotes levem todos esses ensimaneots para a vida toda.

O comércio de pet vem aumentando ano a ano e isso é um perigo para os filhotes. Muitos criadores podem oferecer filhotes com menos de 2 meses. Desconfie se o filhote for muito pequeno. Apesar de a maioria dos criadores serem honestos, muitos deles sequer conhecem informações como essas passadas aqui. Compre com criadores confiáveis ou se puder, adote na SUIPA.

Se você tiver alguma dúvida entre em contato conosco, tá ?

Clique aqui para falar conosco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.