Como foi minha experiência com jejum intermitente

Como foi minha experiência com jejum intermitente

Nesse artigo vou explicar um pouco dos principais tipos de jejum e como foi minha jornada. Dificuldades, vitórias e benefícios.

Uma definição simples sobre o jejum é: “passar algum tempo sem se alimentar de forma totalmente voluntária”, ou seja, você decide quando começa e quando para o jejum.

Existem dezenas modalidades: jejum parcial, jejum matinal, jejum noturno, jejum diário, jejum de doces, jejum de carne. São tantos tipos e formas que ficaria inviável citar todos aqui. Vou falar da minha experiência com 3 tipos: Jejum de carne, jejum 24 horas e jejum intermitente.

Jejum de carne

Em 2013 assisti um documentário chamado a “carne é fraca” na Netflix. Fiquei bem impactado pelo documentário e resolvi adotar uma dieta sem carne. Foi minha primeira experiência com jejum. Passei uns 6 anos sem comer nenhum tipo de carne.

Sou neto de argentino e filho de matogrossense, uma família que comia churrasco todo final de semana. Mas resolvi topar o desafio. Foi fantástico, simplesmente porque não conhecia o sabor dos legumes e tive que aprender a comer sem carne. Você é obrigado a comer legumes, verduras e frutas coisa que realmente não era considerado por mim como comida de verdade.

Logo nas primeiras semanas senti uma diferença grande na minha digestão. Mas logo começou o ganho de peso, porque caí na armadilha das “massas”. Macarrão, comida de preguiçoso, virou uma alternativa simples para os momentos em que precisava comer mas não tinha tempo.

Depois de algum tempo consegui melhorar isso e voltei ao meu peso normal. Aprendi a comer de tudo, inclusive, descobri o poder da comida crua, mas esse é um papo para outra matéria.

Jejum 24 horas

Sou um caramada inquieto, reconheço essa minha peculiaridade. Quando você muda sua alimentação, você acaba mudando uma série de coisas na sua vida. Por exemplo, eu percebi que precisava me aproximar um pouco mais de Deus e do meu “eu” interior. Sim, me voltei um pouco ao auto-conhecimento. E com isso você acaba entrando em novos caminhos, por exemplo, comecei a meditar.

Quando você começa a meditar, você inevitavelmente começa a pesquisar sobre o assunto na internet. Você quer saber como controlar os pensamentos, se manter focado e acalmar sua mente. Foi nesse caminho que segui, tentando aperfeiçoar minhas técnicas em meditação. E nessa “viagem” descobri o poder de cura do jejum 24 horas.

Tentei umas 3 vezes e lá pela quarta que consegui. 24 horas sem comer, só bebendo água e chá. Foi realmente uma experiência marcante na minha vida. Descobri que meu corpo pode seguir minhas ordens, meus planos e não preciso ficar totalmente escravo de suas vontades. Isso é um grande salto na vida de qualquer um.

Jejum Intermitente

Minha inquietude continua. Ouvi falar então do jejum intermitente. Fui em busca de informações e descobri que existem várias modalidades. Por exemplo, jejum de 6 horas, de 8 de 12 horas. Você define qual deseja fazer, não há uma regra.

Durante 5 dias consecutivos fiz jejum de 12 horas. Apenas uma refeição por dia, óbviamente o almoço. IInacreditavelmente foi muito mais fácil do que imaginei que seria.  Acho que o único desafio é à noite antes de dormir, mas descobri o poder dos chás. Bebia uma chícara bem quente sem açucar uns 20 minutos antes de me deitar. Dormia como um anjinho.

Conclusões sobre o meu jejum

Minha inquietude continua. Ouvi falar então do jejum intermitente. Fui em busca de informações e descobri que existem várias modalidades. Por exemplo, jejum de 6 horas, de 8 de 12 horas. Você define qual deseja fazer, não há uma regra.

Durante 5 dias consecutivos fiz jejum de 12 horas. Apenas uma refeição por dia, óbviamente o almoço. Inacreditavelmente foi muito mais fácil do que imaginei que seria.  Acho que o único desafio é à noite antes de dormir, mas descobri o poder dos chás. Bebia uma chícara bem quente sem açúcar uns 20 minutos antes de me deitar. Dormia como um anjinho.

Até hoje faço jejum, quando sinto que meu corpo esta muito pesado, cansado ou mesmo estou com algum tipo de problema que não consigo resolver. Normalmente as coisas ficam bem mais fáceis depois do jejum.

Que tal tentar fazer um dia?

Se você tiver alguma dúvida entre em contato conosco, tá ?

Clique aqui para falar conosco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.